Vídeo: Cuidados com os olhos dos10 aos 20 anos de idade

Essa é uma idade de grande exposição aos fatores de risco da visão, como muita leitura (escola) e o uso contínuo do computador, que faz o jovem forçar os olhos e piscar menos. 

Com a exposição a essas atividades, os olhos tendem a ficar mais secos. Claro que ninguém precisa se afastar de tarefas ou lazer, mas o ideal é fazer pausas do computador a cada hora. 

Pode ter certeza que os intervalos vão fazer bem não só para os olhos, mas também para a circulação do corpo e para as costas. Mas mesmo tendo alguns cuidados, é nessa fase em que costumam aparecer
a miopia e o ceratocone. 

Os pais e os próprios jovens devem ficar atentos à queda de rendimento na escola e às queixas de cansaço visual ou visão embaçada, já que esses são alguns dos sintomas de problemas nos olhos. 

No consultório, os campeões de queixas dos pacientes dessa faixa etária são a dificuldade para enxergar e as dores de cabeça causadas por “graus”. Também é frequente a doença evoluir e, neste caso, lentes ou óculos deixarem de ser adequados. 

Por falar em lentes, o uso incorreto de lentes de contato também é fonte de problemas visuais e de infecções. Por isso, a recomendação é para que jovens que já têm “grau” marquem consultas ao oftalmologista de seis
em seis meses. 


Texto retirado do E-book Cuidado com os olhos por idade


Compartilhar
0

Categorias

Quer receber nossas dicas e novidades?

É só cadastrar seu contato aqui.